A importância do Ácido Hialurônico no organismo

O Ácido Hialurônico (AH) é uma molécula de polissacarídeo presente no tecido de todos os mamíferos vertebrados. As células chamadas de fibroblastos e queratinócitos são as responsáveis pela sua produção. Ele desempenha um papel predominante na estrutura e organização da pele, ajudando a garantir sua firmeza. Além de um importante fator de hidratação, por ser uma molécula que retém muita água, é fundamental para manutenção da flexibilidade e estrutura dos tecidos.

Atualmente, muito se fala sobre o uso do AH para tratamentos estéticos. Mas ele não se limita a isso. Estudos mostram que ele possui propriedades biológicas como lubrificação de cartilagens protegendo contra choques e impactos, viscoelasticidade, capacidade de retenção de água e de biocompatibilidade. Além disto, há inúmeras aplicações em alimentos, cosméticos e em áreas clínicas, tais como cirurgia plástica, tratamento de artrite, grandes queimaduras e cirurgias oculares. Por ser uma molécula produzida pelo nosso organismo, não apresenta riscos de reação alérgica ou inflamatória.

Sabe-se que o teor de ácido hialurônico diminui com a idade, contribuindo para a formação de rugas e a diminuição da elasticidade da pele. Se envelhecer faz parte da nossa história, não há muito que se fazer, mas alternativas para minimizar os efeitos do tempo são extremamente desejados hoje em dia, tanto pelos homens quanto pelas mulheres. Uma pele saudável e viçosa garante ao indivíduo um convívio mais tolerante e aceitável com a idade. Uma vida saudável, a ingestão de líquidos e hidratação, podem adiar as rugas. Ao se falar de prevenção ou tratamento do envelhecimento cutâneo, podemos citar o uso do ácido hialurônico para o rejuvenescimento facial, no qual reflete na diminuição de rugas e flacides, devido ao aumento da elasticidade da pele que ele proporciona. Dessa forma, o ácido hialurônico vem sendo muito requisitado na indústria cosmecêutica, como um procedimento prático e não-invasivo largamente utilizado na estética, restaurando a aparência de uma pele saudável e melhorando as linhas de expressão.

Preenchimento Facial com Ácido Hialurônico

            Com o aumento da expectativa de vida eleva-se também o crescimento de buscas para melhorar os aspectos faciais, isso ocorre porque com o avanço da idade é possível observar o envelhecimento da pele, principalmente na face; tornando-se, desta forma um dos  motivos  que  levam  as  pessoas  a  buscarem  recursos  estéticos  para diminuírem os efeitos do tempo.

            Na atualidade, o AH na forma de gel injetável possui excelentes respostas na abordagem estética na correção das rugas, diminuição dos contornos e restituição do volume facial. Como por exemplo, sua aplicação no preenchimento dos sulcos nasojugais, nos sulcos nasogenianos, na região periocular, na região da glabela, no aumento do volume labial, região malar, linha  de marionete, mandibular,  mento,  pescoço  e mãos,  marcas de cicatriz,  e sendo  usado  também na  rinomodelação. Levando sempre em consideração que o uso e o volume do AH que irá ser aplicado dependerá da necessidade de cada paciente.

            Pode-se concluir que o preenchimento facial com ácido hialurônico é bastante eficaz e seguro, melhorando o aspecto de  linhas  de expressão  e  até  mesmo  remodelando expressões não condizentes com a simetria facial. A escolha do ácido injetado varia de acordo com a necessidade do paciente e avaliação correta dos músculos faciais comprometidos no envelhecimento facial, colaborando para resultados instantâneos e satisfatórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *